Todas as vidas importam: organizações realizam ação de prevenção ao coronavírus na Cracolândia

postado em: blog 0

Organizações realizam ação de prevenção ao coronavírus na Cracolândia


O Centro de Convivência É de Lei está arrecadando itens de higiene para distribuir na ação, que será realizada no sábado.

Neste momento de pandemia pelo coronavirus, a prefeitura de São Paulo decretou estado de crise e emergência pública. No entanto, a população em situação de rua na cidade segue de fora das políticas de contenção e prevenção do coronavírus. Sem acesso a água, alimentação e moradia, as condições de quem mora na rua ficam ainda mais precárias com o fechamento, ainda que parcial, dos serviços voltados a essa população. 

Com o intuito de tirar tais problemáticas da invisibilidade e pressionar o poder público, diversas organizações se juntarão ao Centro de Convivência É de Lei em uma ação de cunho pedagógico, que tem como objetivo informar a população em situação de rua sobre os riscos e sintomas da infecção pelo coronavírus e como se prevenir em relação a ele. A ação será realizada na manhã de sábado, 21 de março, na região da Cracolândia, e todas as recomendações de não aglomeração e cuidados com a não transmissão serão seguidas. 

O Centro de Convivência É de Lei é uma organização da sociedade civil que atua desde 1998 na promoção da redução de riscos e danos sociais e à saúde em contextos de vulnerabilidade. Em vinte anos de experiência, tem acompanhado o crescimento da população em situação de rua em São Paulo – mais de 20 mil de acordo com o censo realizado pela Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social -, e denunciado o descaso do governo, principalmente quando essa população é associada ao uso de drogas, por exemplo em regiões como a Cracolândia. 

Segundo Maria Angélica Comis, coordenadora geral do É de Lei, “é preciso cobrar do poder público a garantia dos direitos básicos das pessoas em situação de rua, como acesso a água. Como as pessoas vão lavar as mãos com sabão e usar álcool gel se elas nem têm acesso a uma pia?”

O É de Lei também convoca todas as pessoas a ajudarem nessa situação. A organização está arrecadando itens de higiene, como sabonetes, álcool gel e pacotes de lenço de papel, para distribuir na ação que será realizada no sábado.

Por fim, Maria Angélica destaca que “a ideia da ação é informar as pessoas sobre quais serviços procurarem e distribuir sabonetes e outros itens de higiene. Ao mesmo tempo, sensibilizar a sociedade de que todas as vidas importam, e cobrar do poder público uma resposta rápida e eficaz para garantir a saúde dessas pessoas, por exemplo realizando busca ativa por pessoas que estejam apresentando sintomas de COVID-19 e as encaminhando para tratamento”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *